Soluções Inteligentes na Gestão do Marketing Aplicado

SERÁ QUE VOCÊ OU EU SOMOS “UM CHATO” DE INTERNET?

14 ago
2018

Com a Internet surgiram tantas novidades que toda uma geração acostumada a precisar sempre buscar informações em livros, jornais, revistas e outras fontes acabou-se deslumbrada com o estrondoso resultado da rede mundial de computadores.

Desde a sua criação nos primórdios do CERN em Genebra/Suíça, a Internet vem evoluindo cada vez mais e trazendo novidades que nem sonhávamos (ou talvez sonhávamos?).

O fato é que com tantas novidades, as pessoas precisam aprender algumas regras de etiquetas para que não se tornem verdadeiros chatos de rede. A internet trouxe os sites, e-mails, chats, messengers, redes sociais, aplicativos e uma série de coisas mais. Pegando este gancho nesse assunto, vou falar sobre um recurso específico presente em algumas redes sociais e aplicativos ligados a elas. Falo do History do Facebook e Instagram e do Status do Whats App.

Como será que devo usar esses recursos e não me tornar um chato de galocha?

Primeiro, você precisa entender o que é e para que serve este recurso. São espaços para que poste algo (foto estática ou audiovisual) que ficarão visíveis por um breve período de tempo (24hs). Na prática, é um álbum temporário que depois de 24 horas a postagem vence e é retirada automaticamente.

É divertido alguns. Mas tem pessoas que perdem a noção e acabam por extrapolar postando coisas desinteressantes, longas demais ou que não fará sentido para mais ninguém a não ser para ela mesma.

Postam shows em que nunca estiveram (postam por que são fãs), postam imagens de festas ou de baladas onde o som é incompreensível e muitas vezes as imagens não querem dizer nada. Outras vezes postam músicas que lhes agradam ou acabam postando fotos. Muitas fotos, mas muitas mesmo.

Qual é o problema disso? Afinal, o perfil é pessoal e postamos o que queremos, não é?

Sempre tem alguém que adora dar essa respostinha…

É claro que sim. Disso não se tem dúvidas. Porém, ao exagerar postando vários vídeos por exemplo, você vai acabar deixando muito lenta a leitura para quem for ver esse vídeo e isso muitas vezes irrita. Ficar vendo aquele loading rodando para depois ver que é apenas um clipe do “Mc Bico Fino” ou você mesmo, bêbado comendo batatinha murcha na beira da calçada depois da balada.

Aí você tem uma lojinha e enche de fotos de produtos (umas 20 no mínimo) onde quem abre esse STATUS para ver algo que lhe interesse, precisa passar todo o portfólio (onde algumas vezes, algumas fotos não abrem ou travam) para poder avaliar como interessante algum dos itens.

Como é que eu devo me comportar então? Não posso postar nada?

Como a internet é uma área gigantesca, as regras acabam escapando.

É claro que pode e deve! Mas seja coerente

  1. Poste no máximo 10 fotos (ainda acho muito),
  2. Vídeo, coloque uma descrição para informar ao leitor do que se trata aquilo.
  3. Música, faça o mesmo, afinal fazer seus amigos ouvirem uma canção só porque você acredita que ela seja boa, não quer dizer que eles também gostem dela.
  4. Fotos daquele fim de semana, poste fotos bacanas, onde seja possível exibir para qualquer faixa etária sem perigos de surpresas. Lembre-se que os chefes (dos seus trabalhos) também possuem perfis nas redes sociais e se estão entre seus contatos, poderão ver essa particularidade só sua.

Lembrando que a Internet hoje, está quase como a vida real, apesar de ainda estar na forma virtual. Muitas vezes um comportamento meio extravagante pode custar emprego, convívio social, amizade e até relacionamentos.

Pessoas que usam esses recursos para ficarem mandando recadinhos indiretos para outras. Ou que ficam reclamando a vida como se fossem adolescentes mimados (algumas vezes são mesmo adolescentes mimados). Ou que usam para tentar demonstrar superioridade sobre alguém ou alguma coisa e passam a maior parte do tempo só criticando. Ah, não poderia me esquecer do Religioso que acha que TODA A INTERNET é só da religião dele e que mais ninguém de outra religião acessa e assim adora entupir a rede com mensagens de sua religião.

Em resumo, não seja um chato de galocha na internet. Use com moderação e bom senso (eu sei que é pedir muito), mas cautela e canja de galinha nunca fizeram mal a ninguém.

admin
author

Uma Agência Digital com recursos para o melhor Marketing Digital para o seu negócio ou empresa.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *