Soluções Inteligentes na Gestão do Marketing Aplicado

O CARTÃO DE VISITA É AQUELE CARA RABUGENTO QUE QUER IR DIRETO AO PONTO!

12 mar
2018

O Cartão de visita, direto e reto, rápido e rasteiro, curto e grosso…

Fonte: Google Search

Olá a todos! Mais um POST sobre o tão famigerado CARTÃO DE VISITA.

Quando decidimos fazer um cartão de visita, nós sempre pensamos em como ele ficaria agradável para nós. Imagens, tipografia, cores, tipo de papel utilizado, acabamentos, efeitos e acabamentos especiais. Com as novas tecnologias de impressões, muita coisa é possível.

Mas houve um tempo em que o cartão de visita era simples e tinha uma função específica. Somente levava o nome de seu portador. Sim, era essa a função dele. Exibir o nome como ele tinha de ser escrito corretamente. Isso deu-se na Europa em meados do século 18 para o 19, quando a lordes e burgueses trocavam seus nomes conforme os casamentos, ia assumindo os nomes de famílias. Muitos nomes eram complicados e apesar de ser na língua nativa, ainda assim eram escritos de maneira incorretas.

O cartão de visita era elegante, geralmente branco, com seu conteúdo em forma script feito à mão por um Calígrafo (pessoa que escreve), geralmente à tinta preta ou sépia. Era de extremo bom gosto e elegância apresentar o cartão de visita. Médicos, Advogados, Juízes, Escritores, Decanos, Reitores de Universidades, Padres e demais “personalidades” da sociedade.

O CARTÃO HOJE

Fonte: Google Search

Hoje em dia, com as tecnologias de impressão cada vez mais avançadas, o cartão de visita tornou-se um recurso comercial. Deixou a elegância de lado para dar lugar ao porte de meios de contato.

O problema, é que as pessoas acabam exagerando e fazem do cartão um amontoado de números de telefones, celulares, rádio, e-mails, web sites e outras coisas mais (redes sociais também ajudam nessa poluição visual). O cartão fica pequeno e “apertado” para comportar tanta informação. Isso deixa o cartão cansativo e confuso, fazendo com que, quem é que esteja com ele em mãos acabe desistindo de entrar em contato ou simplesmente recuse por contar informações demais.

Então, o que fazer?

Ao confeccionar um cartão de visita, nós lhe damos uma dica preciosa. Desenhe-o antes de mandar para um Bureau (Birô) de impressão ou Gráfica. Parece bobo não é? Afinal o profissional que você contratou tem o dever de SABER montar seu cartão, correto? É relativo. O profissional tem o DEVER de saber montar e ter o conhecimento técnico, porém o “bom senso” vem do proprietário do cartão.

Quer uma dica? Seja sucinto! Coloque pouco no seu cartão, apenas informações relevantes tal e qual números telefônicos, no máximo 2 (fixo e móvel), um e-mail central no qual a informação possa ser distribuída, nome em letras (fontes) Serifadas ou Regular para melhor entendimento.

Cores, bom, use sempre cores baseada em seu logotipo ou que atendam um padrão de combinações. Por exemplo, texto em vermelho sobre fundo preto não fica legal. Texto em amarelo sobre fundo branco também não fica visualmente agradável.

Não coloque muitas imagens, use apenas seu logo e uma imagem discreta. Cartões com muita imagem NÃO CHAMAM A ATENÇÃO para serem lidos. Apenas constroem seu caminho rumo a um cantinho esquecido ou a lata de lixo.

Enfim, um bom cartão de visita tem que ser objetivo, bonito, discreto e acima de tudo funcional. A lâmina (papel, PVC, Aço Escovado, Madeira), material onde será impresso deve ser escolhido com cuidado pois variam de valor e qualidade e se não forem bem escolhidos acabam sendo um investimento caro e inútil.

Esperamos que todas as informações desse POST sejam de utilidade para você e que se você gostar, passe adiante para seus amigos.

Fabiano Santos
author

Fabiano Santos é Designer Gráfico e Web Designer há 19 anos, Músico, Profissional de T.I. e leciona Design Gráfico, Programação Web e Design Responsivo. Atua nas áreas de Marketing Digital pela Sigma Publicidade desde 2007. Desenvolve trabalhos de consultoria comercial e estratégias de vendas focadas para Web.

Obrigado pelo comentário. Iremos analisar e assim que possível iremos respondê-lo.

%d blogueiros gostam disto: